Duy Huynh (Stayed Up All Night Wondering Where The Sun Went And Then It Dawned On Me, 2013)

Confissões de um ex-Landmarkista

Em 1968, Bob L. Ross publicou um artigo sucinto sobre as falhas da visão Landmarkista. Na conclusão, ele inclui essa pequena nota pessoal. Sua reflexão graciosa e humilde serve como exemplo para nós.

“Aqueles que me conhecem sabem que fui um Batista Landmarkista consistente na fé e prática. Escrevi artigos, folhetos e livretos apoiando aqueles princípios descritos pelo termo Landmark. Também vivi esses princípios, rebatizando todos que foram imersos por alguém que não fosse um administrador Batista Landmarkista, reorganizando igrejas que não foram começadas por outra igreja Bíblica (Landmarkista), e recusando reconhecer a validade de qualquer batismo ou organização eclesiástica que não originou-se na autoridade de uma igreja Batista sólida.

Hoje entendo o quanto contribuí para um sectarismo mau como resultado desse crença, mesmo acreditando estar fazendo o que é reto aos olhos de Deus. Falei contra homens abençoados pelo Espírito Santo, simplesmente porque não eram Batistas Landmarkistas. Considerei igrejas abençoadas pelo Espírito Santo como não escriturísticas simplesmente porque não pertenciam à genealogia Landmarkista. Reconheço que fiz muito mal; espero somente que o Senhor se agrade em permitir que eu desfaça um pouco do que fiz. E espero que você, querido leitor, leia esse artigo com uma mente disposta para o que tenho a dizer. Te asseguro que fui um Landmarkista exemplar no que eu cria. Duvido que possa ser mais Landmarkista do que fui. Mas o Landmarkismo foi removido de mim quando meu entendimento e coração foram abertos para os fatos simples da Bíblia e história. Espero que você também considere essas coisas com um entendimento disposto a aprender. Seja honesto consigo mesmo e com a verdade. É sempre melhor preferir a verdade sobre nossas próprias noções, independente do custo a ser pago. Quando uma pessoa muda ou abre mão de suas opiniões por causa do seu respeito pela verdade, ele faz o que todos os homens bons e sinceros devem fazer. A respeito dessas mudanças, C. H. Spurgeon comentou: “Confessar que você estava equivocado ontem, é tão somente reconhecer que você está um pouco mais sábio hoje; e ao invés de ser uma reflexão ruim da sua pessoa, é uma honra ao seu juízo, e demonstra que está crescendo no conhecimento da verdade.””

Fonte: Landmarkism: Unscriptural And Historically Untenable, Journal: Central Bible Quarterly.

[Arte: “Stayed Up All Night Wondering Where The Sun Went And Then It Dawned On Me” por Duy Huynh, 2013]